Cinema

O Começo da Vida

[Cinema] O começo da vida

08A produtora Maria Farinha acaba de lançar nos cinemas, mais um documentário imperdível: “O começo da vida”, dirigido pela competente Estela Renner, a mesma diretora dos chocantes “Criança, a alma do negócio” e “Muito além do peso”, documentários brasileiros excelentes que discutem o consumismo precoce e a epidemia de obesidade infantil, respectivamente.

Já disponível no Netflix, “O começo da vida” aborda a importância dos primeiros 1000 dias na vida dos bebês, e como essa primeira infância vai definir toda a trajetória humana deste novo ser.

Estela Renner reúne especialistas para discutir o papel essencial e presencial dos pais nesta primeira fase de desenvolvimento infantil, e como a sociedade não compreende que muitos dos problemas existentes, como a triste violência urbana e a falta de empatia entre os indivíduos, estão relacionados a um sistema que sobrecarrega os pais e mães de trabalho, obrigando-os a se separarem precocemente dos filhos e desvalorizando aqueles que optaram por se dedicar a educar integralmente seres humanos melhores para o mundo! O Começo da Vida

O documentário aponta para a importância dos pais serem mais participativos e assim permitirem que as mães fiquem menos sobrecarregadas e possam ser mães melhores para seus bebês.

Se queremos realmente um mundo melhor, é preciso cuidar do começo da vida destes pequenos seres que chegam diariamente. E se eles dependem dos pais, a sociedade precisa se voltar para esses pais e atender suas necessidades básicas para que eles possam exercer a maternidade e paternidade com plenitude!O Começo da Vida

Vale a pena assistir o documentário e refletir sobre os papéis que estamos exercendo dentro da sociedade!!

Para Estela Renner, não basta cuidar apenas do seu próprio filho, afinal ele irá se relacionar o tempo todo com outras pessoas. É preciso ter senso coletivo e de comunidade, atentando-se também ao próximo, para qu0800e todos se beneficiem com crianças crescendo saudáveis e felizes, tendo todas as suas necessidades básicas atendidas!!

A casa dos contos de fada

[CINEMA] A casa dos contos de fada

Este filme francês de Dominique Monféry (2009) é uma singela animação em 2D que tem o pequeno Nathaniel como protagonista, herdeiro de uma antiga biblioteca de sua tia Eleonora, com fábulas infantis famosas e com personagens mágicos!!  (mais…)

NetFlix

[Educação] 5 excelentes filmes para o público infantil disponíveis no Netflix

Olá, pessoal!

Hoje vou falar sobre o Netflix, minha descoberta recente após cancelar nosso plano (hiper completo) de tv paga.

Tendo uma tv com acesso à internet e pagando o valor sugerido*, temos disponíveis filmes de excelente qualidade, além de séries, conteúdo musical e infantil.

E além do Netflix, também acessamos qualquer conteúdo disponível no youtube e vimeo.

Com o tempo, percebemos que só ligávamos a tv para ver filmes e alguns seriados, então resolvemos fazer uma experiência de 1 mês tendo tv paga e Netflix simultaneamente à disposição, e constatamos que o Netflix sozinho supria todas as nossas necessidades.

Convido vocês a fazerem a experiência!

Com o Netflix podemos selecionar o que assistir e assim estarmos mais seguros diante dos conteúdos infantis sem qualquer tipo de publicidade, já pensando na Amélie espectadora.

Para quem não sabe, bombardeio publicitário em crianças é abusivo, é proibido e/ou regulado rigidamente em vários países e ainda está sendo regulado no Brasil. Falta mais fiscalização e cobrança do público.

Saiba mais sobre o Movimento Infância Livre de Consumismo que critica a publicidade infantil aqui

E também recomendo aos pais este documentário crítico sobre consumismo infantil, disponível gratuitamente no youtube: “Criança, a alma de negócio” de Estela Renner.

Crianças não tem discernimento ainda e a publicidade acaba incentivando o consumismo precoce, gerando frustração e estados depressivos, uma vez que nem todos os seus desejos podem ser atendidos.

E sabemos que isso acontece com adultos, que já tem poder aquisitivo, diferente das crianças, e muitas vezes se endividam, perseguindo padrões de vida irreais e ilusórios, vendidos constantemente nos anúncios e conteúdos publicitários, agora também presentes nas mídias sociais.

Assim, o Netflix se apresenta como uma poderosa alternativa aos pais!

Listei aqui 5 filmes excelentes disponíveis no Netflix para o público infantil:

  1. A invenção de Hugo Cabret – mais detalhes neste post
  2. Jumanji
  3. Matilda
  4. Up – altas aventuras
  5. Super 8

São filmes divertidos, ora homenageando à história do cinema, como já comentei aqui no Sementinha de Gente, ora apresentando protagonistas em seus dilemas escolares e peripécias juvenis.

Vale a pena conferir e experimentar uma nova forma de consumir conteúdo audiovisual no conforto de casa!

Garanto que esse é o futuro (nada distante) que nos espera: escolhermos o que consumir e pararmos de sermos reféns de conteúdos pobres com excesso de publicidade.

Os profissionais da área da comunicação já perceberam essa grande mudança do público e tem quebrado a cabeça para pensar como se inserir nas relações de consumo, uma vez que esses consumidores tem se tornado protagonistas de suas escolhas.

Bora?!

Snoopy & Charlie Brown

[Cinema] Snoopy & Charlie Brown

Snoopy & Charlie Brown“Snoopy & Charlie Brown – O filme” de Steve Martino (2016) é uma animação infantil com abordagem bem simples, inspirada nas famosas tirinhas de Charles Schulz.

A história mostra o contexto escolar do personagem Charlie Brown, apelidado de Amendoim (Peanuts) que é um pouco desajeitado e acaba refém dos coleguinhas por conta disso. 

Quando uma garotinha nova se muda para seu bairro e escola, ele acredita ter a chance de fazer diferente e conquistá-la, com a ajuda do seu cãozinho Snoopy.Snoopy & Charlie Brown

Um mal entendido vai fazê-lo se tornar popular na escola e ele precisará decidir entre fingir ser o que não é para ser aceito ou falar a verdade e talvez voltar a ser impopular.

O filme fala basicamente sobre a importância de ser honesto consigo mesmo e com os outros, custe o que custar, abordando superficialmente o bullying. 

Poderia ter mais profundidade, porém se considerarmos que é um filme para crianças de até uns 9 anos, ele até tem algum valor, na medida que problematiza (bem pouco, claro!) a questão da impopularidade na escola.

Depois dos pimpolhos assistirem, vale a pena bater um papo sobre como eles se sentem na escola, se caçoam de alguém ou são caçoados, se já fingiram ou mentiram para se sentirem amados, entre outras questões que possam inspirar a família.

Com a mediação dos pais, o filme rende uma boa conversa sobre as relações estabelecidas no ambiente escolar. 

Espero que tenham gostado e até a próxima! 🙂 

Amelie Poulain

[Cinema] O fabuloso destino de Amélie Poulain

Olá, pessoal!

Para abrir os trabalhos em 2016, preparei um post bem especial para vocês!

Além de falar de cinema, este ano minha coluna mensal aqui no Sementinha de Gente falará de forma mais ampla sobre a relação entre educação, comunicação e arte, minha área de atuação, focando em dicas de cinema, mas também de literatura, teatro, música entre outras coisas.

Tudo isso com aquela pegada de professora que eu tenho, direcionando o olhar dos pais e mostrando como fazer um uso educativo dos conteúdos culturais ao nosso dispor.

E hoje vou falar de um projetinho pessoal que fiz recentemente, já que agora sou mamãe.

Inspirada por esse filme popular francês chamado “O fabuloso destino de Amélie Poulain”, realizado em 2001 e dirigido por um dos meus cineastas favoritos, o Jean-Pierre Jeunet, eu criei um livro infantil artesanal para que a minha filha Amélie pudesse compreender a escolha do seu nome, originada desse filme que adoramos, e também para já acessar o conteúdo fílmico de uma forma mais lúdica e adequada, uma vez que este filme é indicado para maiores de 14 anos.Amelie Poulain

Amélie Poulain é a protagonista deste fofo e divertido filme, que após encontrar uma caixinha de “tesouros” infantis e devolvê-la ao dono, adota “fazer o bem” como sua missão de vida!
Amelie Poulain Amelie Poulain

Foi com essa premissa que criei uma historinha rimada e infantil, como forma de homenagear o filme, contando com as ilustrações fofas da talentosa Ariane Ramos!

Segue um vídeozinho para vocês terem uma ideia de como ficou (Amelie Poulain)

Recomendo o filme e também recomendo a brincadeira estratégica de criar maneiras diferentes dos pequeninos acessarem conteúdos filmes bacanas, seja através de livros, narrações ou cantorias, e o que mais a imaginação permitir!

A Amélie amou seu livrinho!!

Amelie Poulain

Espero que tenham gostado e até a próxima! 🙂
As Aventuras de uma Caixa de Papelão

[Cinema] As aventuras de uma caixa de papelão

“The Adventures of a Cardboard Box” é um curta-metragem feito para o festival de Curtas da Nokia 2011 e foi gravado inteiramente num celular.

O vídeo conta a história de um garoto que tem como fiel companheiro uma caixa de papelão.caixa-de-papelao As Aventuras de uma Caixa de PapelãoEste é um curta bacana para assistir com os pequenos nestas férias de verão e possibilita inúmeros desdobramentos!!

Quantas brincadeiras são possíveis de serem realizadas usando apenas uma caixa de papelão? Quais eles conseguiram identificar no vídeo? E que outras brincadeiras são possíveis utilizando materiais recicláveis?

Estas questões podem ser o ponto de partida para propor brincadeiras que estimulem a imaginação e a criatividade dos pequenos.

E porque não fazer a própria versão em vídeo, também utilizando o celular ou tablet como aliados, itens cada vez mais presentes nas famílias?!

Aproveite as férias para brincar com seus filhos, explorando o que eles tem de melhor: energia e criatividade! E se quiser, um toque tecnológico vem a calhar num momento de alfabetização audiovisual cada vez mais urgente!!

Assistam o vídeo juntos, façam uma roda de conversa, brinquem e se quiserem, até filmem, pra depois assistirem bem juntinhos comendo uma gostosa pipoca!!

Garanto que será uma experiência deliciosamente divertida!!

Boas férias e até a próxima! 🙂

1 2 3 4