Cinema

Cidade das Crianças

[Cinema] A cidade das crianças!

Olá, pessoal! Tudo bem?!

Entrando no clima das férias de julho, resolvi indicar um filme super bacana para assistir em família ou ocupar uma das tardes (ou manhãs) livres dos pequenos.

A dica desta semana é a comédia juvenil francesa “A cidade das crianças” de Nicolas Bary (2008), encontrado em vídeolocadoras ou lojas especializadas.

Imagine uma cidade onde não existam adultos, mas apenas crianças que não precisam ir à escola ou obedecer os pais e podem comer as ‘besteiras’ que quiserem!! Qual criança nunca ‘sonhou’ com uma vida assim?!

Pensando em dar uma lição nos filhos, sempre reclamando das regras e ordens, os adultos da cidade resolvem se ausentar por um tempo e num primeiro momento, as crianças adoram a ideia de não ter os pais por perto e viverem numa espécie de ‘férias’ infinitas. Mas é claro, que a falta de organização, de rotina e de responsabilidade vai fazê-los perceber a importância dos pais e da escola em suas vidas.

Este seria o gancho para dialogar com os pequenos, após a exibição do filme, sobre a importância de ter pausas, como as deliciosas férias, mas também da importância da rotina e das responsabilidades compartilhadas, como a escola, as tarefas de casa, tomar banho e comer bem.

Será que viver sempre de férias seria realmente tão legal? Será que frequentar a escola também não é importante em suas vidas? Poder fazer e encontrar os amigos, aprender coisas novas e desenvolver habilidades?

Será que seria legal só comer doces, refrigerantes e salgadinhos? As frutas e verduras, numa alimentação equilibrada, ajudam a manter o corpo saudável para brincar e aprender. O excesso de ‘porcarias’ poderia fazê-los adoecer.

Estas são algumas questões que poderiam ser levantadas num debate cinematográfico em família e fazer as crianças pensarem um pouquinho mais sobre a importância de cada etapa de suas vidas, sejam elas as férias, a escola, os pais e o desejo constante de liberdade!

O filme foi inspirado no romance “Timpetill: Die Stadt ohne Eltern” (1937) de Henry Winterfeld e é super divertido, sendo também uma ótima oportunidade para pensar em organizações sociais, rivalidade nas diferenças, estruturas de poder, hierarquia, importância de regras e vida familiar. Caberá a cada pai e mãe levantar os pontos mais interessantes na mediação do filme com os filhos!

Espero que vocês aproveitem bastante e até a próxima! =)

Divertida Mente

[Cinema] Divertida Mente

A dica de filme para assistir em família desta semana é o lançamento “Diverta Mente” de Pete Docter (2015), produzido pela Disney em parceria com a Pixar.

A animação retrata um pouquinho do que se passa na mente humana, através da jovem protagonista Riley, uma garota de 11 anos, que precisa lidar com as mudanças que estão ocorrendo na sua vida.

O bacana deste filme é a materialização das emoções básicas humanas, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza, contribuindo para que a criança compreenda a importância de identificar cada uma delas e aprender a equilibrá-las de acordo com as suas experiências de vida.

O caráter lúdico e alegre costuma predominar na primeira infância, produzindo belíssimas memórias, como o próprio filme retrata, mas com o passar do tempo e com novas experiências, outras emoções começam a exercer certa influência em nossas atitudes, e é neste processo de transformação que precisamos encontrar equilíbrio entre todas as nossas emoções.

A criança precisa compreender que faz parte da vida ficar triste ou sentir medo, mas não deve jamais deixar que estes sentimentos dominem sua mente por completo, e encontrar este equilíbrio faz parte de amadurecer.

O filme é ótimo para conversar sobre o assunto com as crianças, é super divertido e cumpre o mesmo papel entre os adultos, apresentando-se de maneira simples e lúdica, com uma história de aventura e expectativa, retratando um pouquinho do funcionamento da mente, da formação das nossas múltiplas personalidades e das mudanças que passamos na vida.

É realmente imperdível!!

Desejo uma ótima sessão e até a próxima! =)

Dia do Cinema Nacional

[CINEMA] Dia do Cinema Nacional e 3 dicas de ótimos documentários!

Olá, pessoal! Tudo bem?!

No dia 19 de junho comemora-se o dia do cinema nacional, e se você conhece pouco do que nosso país tem de melhor a oferecer ao universo cinematográfico e audiovisual, aqui vão 3 dicas de filmes brasileiros excelentes para assistir em família e iniciar importantes debates!

No Brasil, em função dos baixos orçamentos e da facilidade de produção, o cinema documentário se disseminou com sucesso e hoje, com a internet, temos acesso às produções independentes de ótima qualidade.

No documentário “Criança, a alma do negócio” de Estela Renner (2008), a relação entre consumismo, publicidade e infância trazem uma importante reflexão sobre o contexto atual.

Como nossas crianças vem o próprio consumo? Qual o reflexo da falta de regulação da publicidade para o público infantil? Qual o impacto que os comerciais tem na vida das crianças? Será que faz bem deixá-las tanto tempo na frente da tv ou similares, sem qualquer mediação de um adulto?

Estas são algumas questões que podem fazer os pais começarem a pensar no assunto e olhar com maior atenção para seus filhos e seus respectivos comportamentos.

E ainda que o cinema ocupe um espaço importante no lazer das famílias, também é fundamental que ele seja usado para promover a reflexão entre os pais e entre as crianças, fazendo-os pensar sobre o contexto em que vivem.

Outro filme da mesma diretora, também disponível on-line, que vale a pena assistir em família é “Muito além do peso” (2012) que discute a desinformação generalizada sobre a alimentação das novas gerações. Essa falta de informação tem levado os pequenos a alcançarem índices altíssimos de obesidade, diretamente relacionada aos problemas precoces de saúde.

Se o seu filho não tem se alimentado ‘direito’, acostumado aos sedutores e baratos industrializados, talvez ao assistir o documentário, uma nova discussão possa ser inserida nas famílias e um processo de conscientização ser iniciado. E quanto mais cedo, melhor, não?!

Para complementar a conscientização alimentar, existe um programa de tv bem bacana na GNT chamado Socorro! Meu filho come mal onde uma nutricionista, a Kapim, ajuda as famílias na reeducação alimentar de seus filhos. Vale dar uma conferida e aprender um pouquinho mais sobre o assunto.

E por fim, minha última sugestão é o documentário em cartaz nos cinemas, “Território do brincar” (2015) de David Reeks e Renata Meirelles que percorreram o país em 21 meses e apresentam crianças e suas respectivas brincadeiras, tão importantes em seu desenvolvimento, revelando uma realidade diferente da era tecnológica. O filme traz um profundo olhar sobre a diversidade cultural do país na essência da infância.

 Confira o trailer:

Estes são só alguns filmes do rico acervo cinematográfico que temos em nosso país, ainda que a maioria das produções ficcionais estejam muito focadas no público adulto.

Já avançamos, como podemos ver em produções maravilhosas como “O menino e o mundo” de Alê Abreu (2014) já comentado aqui na coluna do Sementinha de Gente, mas é preciso avançar muito mais, tendo acesso a filmes que promovam a reflexão, aliada a um conteúdo de entretenimento de qualidade técnica e estética, valorizando a cultura do nosso país.

Não dá para consumir apenas a cultura norte-americana hollywoodiana, que domina as salas de circuito comercial do nosso país. Também é preciso se ‘ver’ na tela, para que a criança compreenda a diversidade de seu próprio país e povo.

As produções nacionais para crianças tem crescido cada vez mais, com as recentes leis de incentivo e com a visibilidade trazida pelos eventos locais como a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis e o FAM – Florianópolis Audiovisual Mercosul que acontece este mês, entre 19 e 26 de junho, no Centro de Cultura e Evento da UFSC, e que também oferece sessões gratuitas do melhor do cinema da região do Mercosul.

Esta é outra programação imperdível em família e uma ótima oportunidade para ampliar o repertório, refletir e conhecer um pouquinho mais do cinema do nosso país e da nossa região!!

Espero que tenham gostado das dicas, desejo uma ótima sessão e até a próxima! =)

E viva o cinema nacional!!

Ally =)

Mostra Cinema Infantil

[Cinema] Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

Olá, pessoal!

Esta semana minha super dica de cinema em família é reservar um tempinho para ir à Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, em sua 14ª edição e com sessões gratuitas de filmes. A programação está muito bacana!

A mostra acontece de 05 até 14 de junho no teatro Pedro Ivo, na SC 401, em Florianópolis.

São filmes pensados para o público infanto-juvenil, desde curtas até longas nacionais e internacionais, além de oficinas de Minuto Lumière, Produção Audiovisual para crianças e Games. As inscrições podem ser feitas aqui.

Alguns filmes são imperdíveis como “Kiriku, os homens e as mulheres” de Michel Ocelot (2015) que será exibido no domingo, 07 de junho, às 10h e “As férias do pequeno Nicolau” de Laurent Tilard (2014), já comentado aqui na coluna e será exibido no sábado 13 de junho às 10h.

Confiram os respectivos trailers:

As férias do pequeno Nicolau  – Trailler

Kiriku, os homens e as mulheres – Trailler

Os outros longas podem ser conferidos aqui.

Além disso, na abertura da Mostra, no dia 05 de junho, sexta-feira, às 16h, serão lançados curtas catarinenses como a ficção “Nham Nham” de Lucas de Barros e a animação “Bravura” de Giovanni Girardi e Flavio Tavares, produzidos aqui na cidade. Vale a pena conferir!!

A mostra acontece todo ano e é uma ótima oportunidade de ampliar o repertório dos pequenos e de toda família com filmes de qualidade estética e técnica, além de oferecer um acervo cultural riquíssimo com produções que fogem dos padrões comerciais impostos pelo mercado cinematográfico. É imperdível MESMO!!

Desejo uma ótima sessão e nos encontramos por lá! =)

O que esperar quando você está esperando

[Cinema] 3 filmes sobre a maternidade!

Estamos entrando na semana do dia das Mães e resolvi fazer uma listinha de 3 filmes leves e divertidos que envolvem a delícia da maternidade. Seja para quem já vivenciou, está vivenciando ou irá vivenciar, seguem 5 filmes fofinhos para assistir em família e dar boas risadas!!

(mais…)

Vermelho como o céu

[Cinema] Vermelho como o céu

Oie, pessoal!

A dica desta semana é o belíssimo filme italiano “Vermelho como céu” de Cristiano Bortone (2006), que pode ser encontrado em vídeolocadoras ou disponível on-line com legendas aqui.

Este filme é inspirado na história real de Mirco Mencacci, um renomado editor de som da indústria cinematográfica italiana.

(mais…)

O menino e o mundo

[Cinema] O menino e o mundo

Olá, pessoal! Tudo bem?

A dica de filme desta semana é a animação nacional e premiada “O menino e o mundo” de Alê Abreu (2014).

Este filme foi exibido gratuitamente na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis no ano passado (2014), onde o diretor ressaltou a necessidade que sentiu de fazer uma animação diferente das que vem sendo feitas ultimamente, que acabam atendendo uma lógica industrial, de cinema de massa, e muitas vezes deixam de tratar de questões importantes sobre a infância e sobre o mundo moderno.

(mais…)

1 2 3 4 5