Não deixe nas mãos das crianças a opção ou o estimulo para tornam-se crianças criativas. Neste momento tecnológico eles podem acabar acreditando que apenas entender ou conhecer (melhor que muitos adultos) estes canais, pode ser suficiente para enxergar o mundo a sua volta e não se sentir motivado a criar, inovar e experimentar o mundo colorido a sua volta com suas próprias mãos…

Estimular e criar crianças criativas é mais fácil e mais gostoso do que você possa imaginar. Que tal  conhecer as 10 dicas para criar crianças criativas?

  1. Organize atividades criativas que vocês possam fazer junto com as crianças pelo menos uma vez por semana. Crie uma rotina, por exemplo nos #diasdafamilinha (no final de semana). Neste dia eles saberão e quem sabe já estarão abertos e disponíveis para experimentar algo diferente.
  2. Busque variar as atividades para não se tornar um dia estressante ou cansativo. Crie o hábito de produzir uma lista de atividades possíveis e fáceis de serem realidades (dia de sol, dia de chuva, dentro de casa,… e assim por diante)
  3. Crie em um espaço na casa que inspire a criatividade, recheado com papel, cadernos, tintas, lápis de cera, massinhas de modelar, tecidos, revistas velhas, cola, etc. – onde as crianças possam expressar a sua criatividade de forma espontânea. Veja a dica que te deu aqui.
  4. Evite ser o primeiro a fazer o desenho que seus filhos pedem, estimule que eles se testem criando da forma como eles imaginam, aprecie o desenho (seja ele como for) e só depois aceite que você também o faça, como forma de interagir e participar… Quando o adulto faz primeiro pode desencorajá-lo a usar sua imaginação, seguindo formas e cores sugestionadas pela nossa memória “adulta”.
  5. Participe e dê importância a todo o processo criativo, não fique na expectativa pelo resultado. Sugira que ele te explique o processo ou os por quês das suas escolhas, para que ele comece a construir uma visão “crítica” deste momento (considerando obviamente que não há necessidade de maturidade ou coerência) apenas para que ele possa aprender a se expressar. Impulsione as crianças a fazerem perguntas e envolva-as nas próprias respostas, estimulando-as para dizerem “porque é que acham que é assim?” e “se isto fosse diferente?”
  6. Crie um “mural” para expor estas obras de arte, a porta da geladeira, o armário da sala… são locais perfeitos para que toda a família aprecie e visualize as artes criadas pelos pequenos. O objetivo não é aplaudir (ou melhor não apenas, pois é importante valorizar o empenho dos pequenos) mas sim estimular a continuar e curtir esta exposição
  7. Sempre que houver oportunidades, exponha as crianças ao mundo da arte e da cultura. Visite museus, apresentações de dança e música, exposições de arte e peças de teatro. Toda forma de arte pode render muitas experiências visuais e sensitivas importantes para a memória criativa dos pequenos.
  8. Crie momentos de faz-de-conta com os pequenos, sugerindo brincadeiras de contação de história, exercícios em forma de brincadeira de “imaginação” através de perguntas como “se você pudesse construir uma cidade como ela seria?…
  9. Interaja nas brincadeiras dos pequenos, mas deixe que eles as conduzam com suas próprias expressões e percepções. Assim, elas vão testando as possibilidades de forma mais criativa e vão ganhando mais confiança nas suas próprias atitudes e ideias, aprendendo com seus erros e comemorando seus acertos.
  10. Criem bons momentos ao ar livre, explorando seu redor com mais afinco, mostre como as coisas funcionam, como as pessoas se comportam. Apreciem o belo, o sol, a chuva, os animais, as árvores… Converse e estimule seus filhos a conversar com as pessoas de forma e explorar o mundo. Mas sempre orientando para mantê-los em segurança.

Não estou levantando nenhuma bandeira de “não à tecnologia”, até por que meus filhos também usam, mas saber dosar é fundamental para tudo na vida. A criativa acontecerá naturalmente quando ele entender que para ser criativo basta exercitar e se divertir.

Dia da Criatividade

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comentários *