Desde que comecei o projeto Sementinha de Gente sempre me preocupei em falar do período pós gestação, pois enquanto grávidas pensamos muito em como poderemos fazer com que nossos filhos cheguem ao mundo da melhor forma, da mais tranquila, com o melhor suporte e com todas suas primeiras necessidades atendidas. Super normal e aceitável, pois em muitos casos um novo universo se abre quando nos descobrimos grávidas. Mas e depois?

Quando a criança passa a fazer parte deste universo. Novos hábitos precisam surgir, novas rotinas, novas prioridades. E aí junto vem as cobranças, os conselhos…

Uma nova mulher surge e com ela medos, culpas, certezas e dúvidas… Nos tornamos mais fortes e fracas ao mesmo tempo.. Na dúvida entre estar certa e estar completamente errada nas escolhas conscientes e inconscientes que passamos a fazer.

É por isso que ouvir seu coração é sempre fundamental neste processo e com isso identificar o que é possível mudar e o que é ideal manter de acordo com sua essência.

Mesmo acreditando que faço o MEU POSSÍVEL e com ele sigo minha vida, mãe de quase 4 (rs) aceitei o convite da Juliana Baron para bater este papo com outras mães sobre o que acreditamos ser possível para viver plenamente a vida em família.Mães Possíveis | sementinhadegente.com.br

Segundo a organizadora o objetivo do evento é:

“Pensando em todos os paradoxos que surgem com a maternidade – e na quantidade de mães que se vêem sem referência e sem um espaço de acolhimento – idealizamos esse encontro que tem como objetivo abrir espaço para uma conversa despretensiosa e fluida no sentido de desconstruirmos, juntas, o mito da maternidade perfeita e rompermos com o tabu referente à idealização da maternidade, questionando a noção de um amor materno natural e instintivo, baseado em entrega total e sacrifício desmedido. Para aceitarmos, finalmente e tranquilamente, que a melhor mãe é aquela que podemos e conseguimos ser. E que isso não significa negar a maternidade ou não amar os filhos, mas sim buscar um ponto de equilíbrio entre as necessidades deles e as nossas próprias, para o bem de todos os envolvidos.”

Será um evento com muito significado e cheio de amor. Um papo de mãe para mãe de forma a compartilhar experiências, dúvidas e conclusões para uma vida em família, saudável e POSSÍVEL.

A programação foi desenhada com carinho e respeito para que possamos tirar umas horinhas para falar sobre nós. Nossas vidas e experiências, mas acima de tudo para ouvir o quanto é possível e linda a vida em família.

Programação:

 

09:00 – Recepção das mães.
09h30 – Roda de conversa com Bia Mendes (blog “Agora sou mãe”), Geisa (blog “Criansaudável”) e Milena (blog “Sementinha de Gente”).
10:30 – Intervalo para uma breve conversa.
11:00 – Palestra com Viviane Hultmann Nieweglowski, psicóloga clínica e professora.
12:00 – Encerramento (com aquele gostinho de “quero mais”).

Então se você curtiu e desejar participar, o convite está feito. Dia 06 de maio, sábado, te espero lá no Iguatemi Florianópolis para batermos este papo juntas. O link do evento do face está aqui é só clicar e confirmar sua presença.

Bjs., Mi

Deixe uma resposta